Conheça as vantagens do concreto armado para a sua construção

0

 

O concreto é uma das maiores substâncias utilizadas na construção civil. Suas propriedades permitem que esse item seja usado em praticamente qualquer tipo de obra. Tudo isso é decorrente da sua composição, baseada em uma mistura de água, cimento, areia e brita. Dessa maneira, é possível obter um produto com alta aderência, firmeza e solidez. 

 

Nesse sentido, o artigo abaixo irá abordar a questão do concreto armado, uma variação do concreto comum muito utilizada em uma série de construções, procurando abordar as suas vantagens e as suas aplicações.

 

O que é concreto armado

O concreto armado pode ser caracterizado como uma modalidade de estrutura a qual faz uso de barras de aço junto com o concreto. Essas ferragens são utilizadas por causa que o concreto sozinho não suporta grandes esforços de tração. 

 

Entretanto, a utilidade do concreto comum se dá pelo fato dele ser altamente resistente à compressão. Com isso, torna-se possível unir as propriedades do aço com as do concreto. Enquanto que o concreto comum não possui tanta resistência a esforços de tracionamento, o concreto armado consegue suportar trações devido à presença do aço.

 

Uma estrutura feita de concreto armado utiliza certos elementos cruciais, como vigas, pilares de aço, lajes, entre outros itens que são disponibilizados por uma fábrica de estruturas metálicas, os quais precisam ser dimensionados de forma precisa de acordo com as normas estabelecidas pelos órgãos reguladores dessa área. 

 

Dessa forma, pode-se obter uma estrutura que é capaz de assumir qualquer formato com bastante facilidade e agilidade sem perder a proteção à corrosão devido ao metal, desde vigas até um pergolado de concreto armado, por exemplo.

 

É necessário dizer que a execução do concreto armado tem um aspecto mais complexo em relação ao concreto comum, já que existem vários cuidados que precisam ser tomados para que se garanta a segurança e a qualidade do material. 

 

Por essa razão, a execução de projetos utilizando concreto armado precisa ser feita por profissionais com grandes conhecimentos do material, já que grandes obras, tais como a construção de um reservatório de concreto armado, necessitam de um preparo e de um planejamento profissional. Tudo isso permite que as obras sejam erguidas com grande resistência e segurança. 

 

Além disso, é necessário compreender os fundamentos do projeto desenvolvido, da tecnologia precisa para projetos com concreto armado e das normas tanto nacionais quanto internacionais que essa ação envolve.

 

A história do concreto armado

A utilização de barras metálicas dentro de estruturas de pedras e de argamassa datam entre os anos 212 e 217 durante o Império Romano. Após isso, outras estruturas utilizando barras de bronze foram criadas no século XV para a cobertura de grandes distâncias.

 

Já em épocas futuras, aproximadamente em 1824, um empresário chamado Joseph Aspdin realizou experiência usando misturas feitas de pó de pedra calcária e argila, uma mistura anterior ao concreto, gerando o conhecido cimento Portland. 

 

Só por volta do ano 1850 é que o engenheiro francês Joseph Louis Lambot iniciou trabalhos utilizando ferragens junto com massas de cimento, construindo uma parede de argamassa armada com várias barras finas de ferro. 

 

Assim, a invenção recebeu a atenção de um comerciante durante uma exposição. A partir de então, o concreto armado passou a ser mais estudado e utilizado em larga escala dentro das construções da atualidade.

 

As vantagens do concreto armado

O concreto projetado com armações de ferro não estaria se disseminando por todo o mundo caso ele não fosse vantajoso para as construções. Isso demonstra que esse material, por conta de suas características e especificações, oferece diversos benefícios para a execução de uma obra. Assim, podem ser citadas as seguintes vantagens:

  • Conservação;
  • Adaptabilidade;
  • Manutenção
  • Qualidade;
  • Economia;
  • Sustentabilidade;
  • Rapidez;
  • Segurança;
  • Resistência.

 

Conservação

 

Devido ao fato do concreto armado utilizar materiais com grande firmeza e resistência, a estrutura montada é capaz de se tornar mais durável. Isso possibilita que uma construção adquira um maior tempo de conservação, durando vários anos sem necessidade de manutenção. 

 

Assim, empresas de fundição, por exemplo, podem continuar trabalhando e operando sua linha de produção sem interrupções para manutenção em suas estruturas.

 

Adaptabilidade

 

O concreto armado é conhecido por ser um material altamente adaptável ao espaço em que está sendo aplicado. Isso ocorre devido ao fato de que o concreto, enquanto está sendo preparado, é uma massa pastosa, a qual consegue se adaptar a qualquer espaço em que é colocado. 

 

Dessa maneira, diversas são as utilizações que o concreto armado possui dentro da arquitetura e da engenharia civil, permitindo a elaboração de diversos projetos diferenciados. Portanto, torna-se possível utilizar o concreto armado para vários tipos de obras, desde projetos simples e pequenos até construções gigantes, elaboradas e complexas, tais como o projeto de uma fabrica de pisos cerâmicos, por exemplo.

 

Manutenção

 

Uma das principais questões relacionadas ao concreto armado é a fissuração, ou seja, a degradação da estrutura. Esse é um processo considerado inevitável, já que, sem fissuras, é impossível que o aço auxilie o concreto a resistir às tensões aplicadas sobre uma estrutura. 

 

Contudo, diversas normas reguladoras estabelecem limites as fissuras, os quais não geram danos à estrutura.

 

Nos momentos em que a fissuração começa a sair dos padrões, pode-se realizar a manutenção da estrutura, a qual pode ser feita de maneira rápida, prática e econômica. 

 

Além disso, como abordado anteriormente, a fissuração não acontece tão velozmente, possibilitando que a manutenção do concreto armado seja feita entre grandes intervalos de tempo.

 

Qualidade

 

A qualidade intrínseca ao concreto armado é proveniente das duas normas técnicas principais que se aplicam às estruturas: a NR (Norma Reguladora) 6118 e a NR 14931 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). 

 

Elas regulam as informações que são necessárias para que as decisões sejam tomadas durante o projeto de uma obra. Essas normas oferecem as regras que precisam ser seguidas para a execução de uma obra, como as exigências referentes à durabilidade do material utilizado. 

 

Tudo isso serve para garantir que nenhum defeito ocorrerá com o concreto armado, o qual, portanto, precisa ser produzido com grande zelo.

 

Economia

 

Os componentes que são necessários para a fabricação do concreto armado podem ser adquiridos com bastante facilidade. Isso possibilita que os custos dessa estrutura sejam menores, garantindo benefícios significativos para uma obra em geral. Dessa forma, empresas de usinagem, por exemplo, podem direcionar os seus gastos para outras preocupações além da estrutura de seus estabelecimentos, tais como processos internos.

 

Sustentabilidade

 

O concreto armado pode ser desenvolvido a partir de projetos que utilizam a menor quantidade possível de matéria-prima. Além disso, devido ao fato das estruturas desse concreto durarem bastante tempo, evita-se a necessidade de manutenções constantes as quais podem ser degradantes ao meio ambiente.

 

Rapidez

 

Realizar procedimentos com o concreto armado, desde o momento da mistura dos componentes do concreto até o recobrimento dele na estrutura de uma caldeiraria industrial, por exemplo, são bastante ágeis. Essa característica torna a obra rapidamente concluída.

 

Segurança

 

O concreto armado, quando preparado da maneira adequada e seguindo as normas de padronização estabelecidas, é capaz de proteger uma estrutura contra o fogo e os seus efeitos.

 

Resistência

 

Uma estrutura de concreto armado é muito resistente a uma grande quantidade de eventualidades, tornando-o uma ótima opção para diversos tipos de trabalhos. Outro detalhe importante é que, devido às propriedades tanto do concreto quanto do aço, as estruturas feitas com esse material possuem uma maior resistência a vibrações. 

 

Ou seja, as construções conseguem suportar movimentações em suas estruturas, geralmente provocadas por ventos fortes, sons altos, locomoção de veículos, passagem de trens, entre outros fatores. Isso proporciona maior conforto para as pessoas que se encontram dentro de uma estrutura de concreto armado.

 

Outro ponto é a alta taxa de refletividade e uma grande vantagem estética.

 

Os aspectos desse tipo de concreto possibilitaram um grande avanço nas construções, permitindo que novos projetos fossem desenvolvidos, estendendo os limites das ideias de engenheiros e de arquitetos. 

 

Contudo, é necessário ficar atento à qualidade do concreto escolhido, já que todas as vantagens citadas só podem ser alcançadas através de um material produzido de maneira adequada e seguindo todas as orientações de um profissional. Só assim, é possível obter uma construção totalmente inovadora.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe