6 riscos provocados pelas chuvas no canteiro de obras

0

Você já sabe que as chuvas são comuns, no Brasil, na primavera e verão. As tempestades, seguidas ou não de raios e ventos, ou as chuvas constantes e por tempo prolongado podem trazer perigos e transtornos para o setor da Construção Civil. Episódios de acidentes provocados pelas chuvas e raios, no ambiente de trabalho, não são casos isolados. Conheça alguns dos riscos de acidentes provocados pelas chuvas no canteiro de obras e previna-se!

1. Ser atingido por um raio

Raios durante período de forte chuva

Conforme dados do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em 2014 foram registradas 98 mortes por raio em todo o Brasil. Segundo a Defesa civil, até o início de novembro de 2015, foram apontados dez casos de mortes por raio, só no Estado de São Paulo. Um dos episódios ocorreu no dia 09 de novembro de 2015. O músico Edilson Brito da Silva, de 32 anos, morreu ao ser atingido por um raio durante um temporal, na cidade de São Paulo, enquanto recolhia telhas em cima da laje de um imóvel. Logo, durante período de forte chuva ou incidência de raios, nunca fique em lugares abertos, descampados, ou de pé em lugares altos, debaixo de árvores ou próximo a objetos grandes, principalmente feito de metais, que podem atrair ainda mais essas descargas elétricas. Raio mata!  Portanto, todo cuidado é pouco.

2. Risco de incêndios

Bombeiros apagando foco de incêndio

Os raios também podem provocar incêndios e ameaçar a segurança dos trabalhadores nos canteiros de obras. No dia 09 de dezembro, um raio atingiu a área administrativa da obra de construção de um resort, na Chapada Guimarães, Mato Grosso, provocando um incêndio e deixando três funcionários internados devido à inalação de fumaça, ao tentar combater as chamas. Em caso de incêndios, busque ajuda de pessoas treinadas e/ou chame o Corpo de Bombeiros.

3. Receber a descarga do raio através de aparelhos ligados à rede elétrica ou telefônica

Descarga de eletricidade do raios pode ser transmitida pela rede elétrica ou telefônica

Pesquisa do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgada em outubro de 2015, revelaram um aumento de 7% no número de pessoas que morreram ao serem atingidas por raio, dentro de casa.  A energia dos raios pode ser transmitidas pela rede elétrica ou telefônica, por isso é importante, durante uma tempestade, evitar operar ou ficar próximo de objetos ligados à rede elétrica ou telefônica e sempre que possível fazer o aterramento da fiação elétrica. Fique longe também de tomadas, canos, janelas e portas metálicas.  E lembre-se: Eletricidade e água não combinam, por isso não deixe extensões ou cabos elétricos em contato com a água e, em caso de enchentes, se a água atingir níveis que possam alcançar as tomadas elétricas, desligue o disjuntor. E ainda, não manuseie equipamentos elétricos ligados rede elétrica, ou faça manutenções, principalmente com os pés molhados ou dentro da água.

4. Riscos de tombos (queda)

Risco de tombos provocado pela água da chuva

No canteiro de obras algumas superfícies ficam escorregadias, e perigosas, por causa da água da chuva. Assim, alguns cuidados são necessários durante a execução de uma obra em período chuvoso. Fique atento ao subir em escadas e andaimes, ao andar em pisos lisos (e molhados) e use sempre os equipamentos de proteção individual indicados para cada tipo de serviço, como botas, luvas e capas de chuva.

5. Risco de deslizamento e desmoronamento

Trabalhador sendo resgatado após desmoronamento em obra causado por forte chuva

Trabalhador sendo resgatado após desmoronamento em obra, causado por forte chuva. Foto: Correio Braziliense

A chuva pode agravar a ocorrência de acidentes na construção civil também por causa de deslizamentos de terra, principalmente na etapa de terraplanagem. Áreas de barranco podem ceder, devido à grande quantidade de água infiltrada, e a estabilidade de alvenarias, recém-construídas, também podem ser afetadas, comprometendo toda a estrutura da obra. Por isso, tente fazer um bom planejamento para que as etapas iniciais da obra ocorra em período de seca, evitando atraso e gasto desnecessário de material. Se preciso, paralise as atividades no canteiro de obras e só as retome quando for seguro para todos os colaboradores.

6. Cuidado com os ventos

Forte ventos podem provocar queda de artefatos de prédio em construção.

As chuvas acompanhadas de fortes ventos, além de poder danificar estruturas recém-construídas, prejudicam na ficção e trabalhos realizados em balancins e andaimes. Em 14 dezembro de 2015, fortes ventos fizeram parte de um andaime se soltar levando dois trabalhadores a cair de uma altura de quase 15 metros, em obra de expansão de um hotel, na cidade de Itajai – SP. Os ventos podem fazer ainda com que pedaços de madeira, ou parte da estrutura do prédio em construção, se desprenda e caia sobre os trabalhadores, causando acidentes. Por estes motivos é tão importante sempre usar os EPI’s, como capacetes e óculos de segurança, e redobrar a atenção ao realizar as atividades, nos dias de chuva.

Como você notou, alguns cuidados são indispensáveis para evitar graves acidentes de trabalho no canteiro de obras durante o período de chuvas. Prevenir ainda é a melhor forma de evitar acidentes! Portanto, fique atento ao riscos provocados pelas chuvas no canteiro de obras! Possui mais alguma dúvida ou sugestão? Envie para a gente!

Compartilhe